VISTA SUA EXISTÊNCIA | PROGRAMA DE RESIDÊNCIAS E INTERCÂMBIOS ARTÍSTICOS UAP propõe a discussão sobre o corpo contemporâneo a partir da realização de 06 Residências Artísticas e 12 Workshops nas áreas de Artes Visuais e Cênicas na plataforma Usina da Alegria Planetária | UAP, com a instalação de 03 galerias a céu aberto nas cidades de Cotia, Embu das Artes e São Paulo com imagens impressas no formato lambe-lambe.

 

APRESENTAÇÃO

O projeto VISTA SUA EXISTÊNCIA propõe a criação de uma série de retratos que oferecem ao participante a possibilidade de viver uma experiência de alteridade de sua auto-imagem. O vestir-se é utilizado como uma ação que inicia-se no corpo e ativa processos de percepção, permitindo a cada participante a reinvenção das possibilidades de ser em nossa multiplicidade contemporânea.

A partir de um acervo de figurinos, objetos, adereços e diversos materiais existentes no ateliê coletivo, os participantes, em diálogo com os artistas proponentes, são convidados a vestir possíveis existências e criar outras imagens que represente sua livre expressão de subjetividades a partir de repertórios materiais e simbólicos que serão investigados pelos indivíduos/grupo. As práticas serão conduzidas por artistas da UAP e convidados, nas áreas de performance, indumentária, figurino, fotografia, design gráfico e intervenção urbana, que propõem aos participantes vivenciar situações que tomam o humor, o non-sense, o escracho, a sátira, entre outros temas, para abordar questões de gênero, direitos civis e padrões comportamentais.

 

Os fazeres artísticos que compõem a criação dos retratos estão distribuídos em 06 residências com artistas convidados, que ao final de seu processo de criação, compartilham sua pesquisa com grupos de aprendizes no formato de workshops. Os participantes poderão se inscrever de acordo com suas aptidões em 12 workshops de interesse nas áreas de performance, indumentária, figurino, fotografia, design gráfico e intervenção urbana. O participante terá como objetivo absorver as técnicas apresentadas nos workshops oferecidos para cada linguagem e aplicá-las no exercício de sua própria criação, que ocorrerá no segundo dia de atividades. Cada residência terá a duração de uma semana e os workshops para 20 participantes terão duração de 02 dias e são gratuitos,

As fotografias produzidas ao longo das 06 residências e 12 workshops propostos, passarão por um processo digital de ressignificação, e serão impressas em lambe–lambes e aplicadas nas cidades escolhidas. As criações deverão estar submetidas à experiência do EXISTIR na obra e de gerar através dela uma IMAGEM que corresponda à inquietação artística de cada criador (participante), e assim, o conceito presente no projeto VISTA SUA EXISTÊNCIA pretende aproximar o participante do sujeito ativo e social que compartilha suas diversidades. As IMAGENS serão registradas por fotógrafo responsável da UAP que estará presente em todas as residências. A organização da ordem das residências oportuniza a construção dos ensaios fotográficos. O projeto estimula o protagonismo, oferecendo conhecimento técnico relativo a cada linguagem a fim de que o participante possa expor suas respostas a todas as provocações direcionadas nos workshops, no contato com o espaço e seu entorno e nas relações interpessoais geradas pela própria residência.

 

Incentivamos a relação entre diferentes realidades, gêneros, classes, áreas e grupos, do popular e o ‘erudito’, do artificial e do natural, da precariedade e da sofisticação, propondo a contaminação de visualidades, estéticas e significações a partir dos repertórios individuais. Assim, cada participante inscreve o processo vivido no próprio corpo. A descoberta do corpo atravessado por experiências estéticas, vestido de subjetividades, permite que discutamos signos, repertórios e padrões sociais instaurados e consolidados, regidos pela família, pela política, pela religião, pelo consumo. Vestir nossa própria existência aproxima-nos de um sujeito ativo e presente, de uma realização de sujeito social que compartilha as diversidades, a autonomia e a liberdade.

 

 

O LUGAR DO CORPO | INSTALAÇÃO DE GALERIAS PÚBLICAS

O corpo coloca-se no espaço, na rua, compreendendo-se por relação. Assim, propomos ao final das atividades no espaço a montagem de 03 galerias públicas nas cidades de Cotia, Embu das Artes e São Paulo, cidades próximas fisicamente mas com públicos diversos, a fim de reinscrever estes corpos na cidade, em escala ampliada e compartilhada. Ao ganhar muros, fachadas e empenas para a colagem dos lambe-lambes produzidos, os corpos transformados em imagens adentram o espaço público, garantem seu lugar, inscrevem-se na paisagem. As “incorporações” realizadas ao vestir imagens – compreendidas como experiências da cidade inscritas no corpo – retomam a dimensão coletiva através de experiências corporais agora inscritas nas cidades.

Os participantes acompanharão este processo desde a produção das fotografias até sua inscrição no espaço externo, promovendo diálogo entre o conteúdo da imagem e onde/como será aplicada.

 

 

© 2017 - UAP RESIDENCE

Realização